Por uma boa Causa

Acudir um animal e transformar a realidade dele para melhor é muito gratificante. Protetores, Ongs e voluntários resgatam, encontram lares temporários, cuidam da saúde do animal e buscam tutores pra eles. É toda uma rede de pessoas do bem que realiza as inúmeras tarefas em prol do bem-estar animal.

Tenho o propósito de ajudar a reestabelecer a saúde física e emocional desses animais, assim como a intenção de melhorar as relações homem X animal, seja através da educação com palestras ou de conversas com quem estiver aberto a escutar.

Muitas pessoas que possuem animais de estimação os consideram como membros da família, oferecendo-lhes muito carinho, atenção e o devido respeito que merecem, proporcionando-lhes uma vida digna e confortável.

No entanto, algumas pessoas encontram desculpas (que nunca justificam) e abandonam animais, quase sempre em locais desconhecidos. Mudança de cidade, chegada de um bebê, falta de tempo ou animal com muita energia, devem ser considerados antes de decidir ter um, pois eventuais problemas realmente aparecem e é preciso paciência e disposição para melhorar a situação sem expulsar o animal da família.

É importante saber que o abandono é crime (Lei Federal nº 9605/98) e que qualquer um pode ajudar se flagrar alguém cometendo esse crime, ou souber que irá fazer. É necessário recolher provas e fazer uma denúncia Polícia (B.O.) e no DIBEA (em Florianópolis – 48 3237 6890).

Os animais também sentem fome, frio, sede, alegria, dor, solidão, angústia, medo. Precisam de cuidados básicos, ficam doentes, precisam de assistência médica, atenção e carinho, assim como nós humanos. São extremamente apegados aos donos e à família de humanos que os acolhem, portanto podem sentir uma profunda tristeza e pânico quando abandonados.